Qualidade de Vida

 

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), qualidade de vida é definida como a percepção do indivíduo sobre a sua posição na vida, dentro do contexto dos sistemas de cultura e valores nos quais está inserido e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações (WHOQOL Group, 1994, p. 28).

Trata-se de uma definição que resulta de um consenso internacional, representando uma perspectiva transcultural e multidimensional, que contempla a complexa influência da saúde física e psicológica, nível de independência, relações sociais, crenças pessoais e das suas relações com características do respectivo meio na avaliação subjetiva da qualidade de vida individual.

Nesse contexto, Gabriella Poisl desenvolve projetos voltados à informação e à educação.

Conheça a atuação de Gabriella com o foco em qualidade de vida.

IMG_5058 (C+¦pia).jpg

Informação qualificada

Neste site, Gabriella criou um Blog que representa um trabalho de curadoria de informação em saúde, que já disponibiliza quase 300 matérias dentro dos temas da atividade física/sedentarismo, qualidade de vida, nutrição, saúde da mulher, saúde do homem, terceira idade, oncologia e muitos outros. Todos os textos são obtidos a partir de fontes com credibilidade, revisados e, algumas vezes, editados para melhor informar ao seu público. Pautas atuais, que mostram dados científicos, são prioridade para sair do lugar-comum da Internet. Além disso, há entrevistas exclusivas com profissionais que são referência em seus segmentos de atuação.

Educação para a Saúde Integral

 

Educar, na concepção de Gabriella, não é só transmitir conhecimentos. Educar diz respeito a apoiar o "aprender a conhecer" de seu aluno. Será ele o protagonista, com as competências para assumir seu autocuidado.

E qual o conceito de saúde? A pesquisadora Dina Czeresnia afirma ser a saúde uma capacidade de lidar com as dificuldades. Ela comenta que se busca quantificar, medir o quanto se está saudável ou não. Mas que não é possível tornar a saúde algo estável – ela está no registro da instabilidade, do movimento. Na visão da autora:

 

“Saber lidar com a perda e com as transformações é fundamental para ser saudável. Uma palavra muito boa para falar em saúde é a criatividade. Ser criativo é esta possibilidade de criar novas formas de vida, criar novos recursos, novas condições, para lidar com as condições que mudam (...).”

Por meio de sua formação em Coach, Gabriella se desenvolveu para apoiar seus alunos nessa educação para a saúde. Sem isso, não há engajamento no treino, não se alcança a qualidade de vida.

IMG_5237 (C+¦pia).jpg
Logo_MISAF_Registrada3.jpg